Menu & Search

Surpreenda-se: o resveratrol é o suplemento natural que vai mudar sua pele

Surpreenda-se: o resveratrol é o suplemento natural que vai mudar sua pele

De tamanho, o resveratrol não passa de uma molécula, mas de poder e benefícios que ele pode trazer à sua saúde e pele, é um gigante!

O vinho faz parte de quase todas as refeições dos italianos. E o povo aqui, onde moro parte do ano, vive muito e bem. E não é só uma percepção: a Itália foi considerada a nação mais saudável do mundo pelo Global Health Index. Foram avaliados critérios como expectativa de vida, causas de mortalidade e riscos para a saúde, como a obesidade.

E esses dois fatores não são mera coincidência. O resveratrol, presente no vinho, tem grande parcela de responsabilidade por esse boost na saúde e na beleza das pessoas.

O que é

O resveratrol é um polifenol (uma classe de antioxidantes) produzido naturalmente por algumas plantas quando estão sob ataque de agentes patógenos, como bactérias ou fungos. “A substância também pode ser produzida isoladamente por síntese química, para ser vendida como suplemento nutricional”, explica a nutricionista Paula Castilho, de São Paulo.

Superpoderes

O que está comprovado até agora é que ele reduz a produção do colesterol ruim (LDL) e aumenta a produção do colesterol bom (HDL), o que se acredita diminuir as chances de desenvolver doenças cardiovasculares, como infarto do miocárdio e AVC. “Também ajuda a inibir a produção da proteína beta amiloide, que está ligada ao desenvolvimento do Alzheimer”, diz a nutricionista.

Além disso, acredita-se que o resveratrol retarde o envelhecimento de todo o organismo, inclusive o cutâneo. “Tudo indica que ele torna mais ativa a parte do cromossomo onde estão os genes controladores da longevidade”, explica a dermatologista Marcela Gomes, de São Paulo. A sugestão da especialista é potencializar o efeito do resveratrol usando-o em todas as frentes: alimentação, suplementação e cosmética.

De dentro pra fora

A maior quantidade de resveratrol é encontrada na casca das uvas escuras – quanto mais escura for a uva, mais resveratrol ela tem. Durante a fabricação do vinho tinto, a casca da uva fica mais tempo em contato com as outras substâncias, como o álcool, do que na fabricação do vinho branco. Por isso, o tinto tem maior concentração.

Outra ótima fonte da substância é o suco de uva integral, que é fabricado de forma natural, sem conservantes e açúcar. Com o benefício de não conter o álcool do vinho e poder ser consumido por qualquer pessoa.

Amendoim, mirtilo, amora e cacau em pó também são fontes de resveratrol, apesar de em menor quantidade. Quer garantir uma boa quantidade diária? Diariamente consuma uma taça de vinho tinto ou de suco de uva integral e uma porção de amendoim, mirtilo, amora ou chocolate amargo.

Existem também suplementos nutricionais em cápsula que garantem a dose diária de resveratrol. Um médico ou nutricionista podem te indicar a quantidade certa para você.

Uso tópico

A indústria cosmética já surfa na boa onda do resveratrol e desenvolveu produtos anti-idade com o ativo. Isso porque além dos benefícios à saúde, a substância antioxidante favorece a renovação celular, dando mais vitalidade e energia à pele. Também é um ótimo aliado no combate ao melasma, já que “a oxidação das células contribui para a piora das manchas”, conta Marcela.

DIY

As uvas podem ser usadas para fazer em casa uma máscara que deixa a pele revigorada. “Os polifenois ajudam na desintoxicação da pele, removem as células mortas e ativam a circulação, deixando a pele renovada, bonita e com brilho”, garante a esteticista e cosmetóloga Roseli Siqueira, de São Paulo.

A expert em beleza natural dividiu com a gente a receita. Retire o caroço de ½ xícara (chá) de uva escura e macere em um coador, para usar todo o sumo. Misture com aveia em flocos grossos e massageie com movimentos circulares no pescoço, rosto e colo. Deixe agir por 5 minutos e enxágue bem. Se a uva estiver azeda, complemente o tratamento borrifando na pele suco de uva integral adoçado com mel.

“Quanto mais doce a uva for, mais o pH da pele ficará equilibrado”, ensina Roseli. E ela alerta: nunca passe a uva macerada com sementes, pois elas podem arranhar a pele.

 

Illustration Istockphoto, Photography DA

0 Comments